SOBRE O MAIS
       
 

OBJETIVO
O MAIS tem como objetivo contribuir para o aumento da capacidade de gestão das Organizações Sem Fins Lucrativos.

PÚBLICO-ALVO
O MAIS destina-se a quadros de topo de Organizações Sem Fins Lucrativos designadamente membros dos Órgãos Sociais, Diretores Executivos, Diretores Técnicos e Técnicos Superiores. As candidaturas são institucionais e devem estar validadas por quem obriga a organização candidata.

FORMAÇÃO, TASK FORCE E CONSULTORIA MAIS
O MAIS é composto por três tipos de ações distintas: Formação, Consultoria e sessões de Task Force.
A Formação é certificada pela Católica Porto Business School e pode ser frequentada na sua versão integral ou por cursos individuais. O custo da Formação é partilhado pela organização e pelas entidades financiadoras do projeto.
No final de cada curso de formação o formando e a sua organização podem candidatar-se a um Prémio que consiste numa intervenção gratuita de Consultoria nessa área temática.
O Prémio será atribuído à organização candidata que melhor cumprir os critérios definidos pelo Comité de Gestão do MAIS.
Todas as organizações participantes na formação serão inicialmente acompanhadas através de sessões de Task Force. Estas sessões, dinamizadas especialmente pelos formadores MAIS, têm como objetivo principal contribuir para superar os principais desafios nos processos de implementação dos conteúdos da formação em cada uma das organizações participantes. O MAIS não é apenas um programa de formação e consultoria - é todo um processo de mudança e transformação das organizações!
Cada sessão é dedicada a um tema específico e tem objetivos concretos, decorrentes do módulo de formação respetivo. A participação dos alunos MAIS é orientada nesse sentido pelo formador, através de atividades participativas que geram benefícios imediatos para as suas organizações: dinâmica inicial e enquadramento da sessão; trabalho em grupos; apresentação de desafios e discussão de propostas de solução; wrap-up; premiação e preparação da sessão seguinte.
Estas sessões são tão importantes como a formação, até porque o participante mais bem sucedido em ajudar os seus colegas a ultrapassar os seus desafios ganhará um lugar no palco da sessão pública de encerramento do MAIS, podendo apresentar a sua organização e o seu trabalho perante os representantes de todo o consórcio do MAIS, bem como centenas de outros stakeholders!

COMITÉ DE GESTÃO
Fundação Calouste Gulbenkian
Fundação Montepio
UDIPSS-PORTO
UDIPSS-SANTARÉM
Accenture
TESE
Impulso Positivo
Universidade Católica do Porto

O MAIS nasceu, em 2012/13, como um projeto piloto que contou na sua primeira edição com o financiamento das Fundações Gulbenkian e Fundação Montepio. A dinâmica deste projeto inovador de formação e consultoria contribuiu para a criação de 52 novos agentes de mudança nas organizações participantes, elaboração de um diagnóstico dos problemas das 32 organizações inscritas, criação de redes de contacto e de parceria entre as organizações, implementação de planos personalizados decorrentes de 7 consultorias bem como a definição de reformas estruturais ajustadas à mudança de paradigma resultante da atual crise económica. As mudanças já em curso nas organizações que participaram na primeira edição foram apresentadas no Seminário de Encerramento do MAIS, que teve lugar no Porto no dia 21 de Junho de 2013 e que contou com 77 participantes de 59 organizações sociais.